Cidade Congonhas:

( Quer Conhecer? - Clique Aqui)

  Congonhas             (Clique Aqui e veja fotos de Congonhas)

 


         
       A cidade de Congonhas, na região Central de Minas Gerais, guarda um dos mais relevantes conjuntos religiosos do Brasil colonial: o santuário do Bom Jesus de Matosinhos. Ali se destacam as estátuas dos 12 profetas, obra que, em 1985, recebeu o título de Patrimônio da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A autoria é do escultor e arquiteto Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Além dos profetas, o conjunto possui uma igreja e seis capelas com os Passos da Paixão, cujos personagens, também esculpidos por Aleijadinho, foram pintados por Manuel da Costa Athaíde. Os dois artistas se tornaram a maior expressão da arte colonial brasileira.
       
        As origens da cidade estão ligadas à expansão da atividade dos mineradores portugueses em busca de novas jazidas de ouro, encontradas, inicialmente, na região vizinha que viria a ser conhecida por Ouro Preto, no final do século 17. Após se fixarem, em 1700, na Vila Real de Queluz (atual Conselheiro Lafaiete), os exploradores fundaram o arraial de Congonhas do Campo, em 1734. A descoberta de ouro no rio Maranhão levou a população a se fixar nas proximidades.
       
        A palavra Congonhas deriva do tupi-guarani. "Kõ" e "gõi" significam "o que sustenta" ou "o que alimenta". Congonha é um tipo de erva utilizada para fazer chá. Entre os portugueses que fundaram o arraial de Congonhas, estava o minerador Feliciano Mendes. Ele foi o responsável pela construção do principal monumento da cidade, o santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, localizado no alto do morro do Maranhão.
       
        A construção surgiu como resposta a uma promessa. Doente, Feliciano Mendes fez uma promessa de dedicação ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos caso recuperasse a saúde. Quando se refez da enfermidade, começou a trabalhar para edificar o santuário, em 1757. Todo o santuário tem concepção de Alei jadinho e o local se tornou centro de devoção popular e alvo de peregrinações de fiéis até hoje.
       
        Em 17 de dezembro de 1938, foi criado o município de Congonhas do Campo. Só em 1948 o nome foi alterado para Congonhas. A cidade se desenvolveu em virtude das instalações de siderúrgicas, que buscavam a exploração das jazidas de ferro na região.
       
        Os eventos mais importantes da cidade são as festas religiosas, como o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, em setembro, e a Semana Santa, quando há a encenação do Auto da Paixão. Há também os eventos culturais como a Semana do Aleijadinho, que acontece em agosto, e o Festival de Cultura Popular, em julho.
       
        Congonhas tem 45 mil habitantes, segundo estimativas em 2006. O clima é ameno e a temperatura média de 20º C. Principais distâncias: Belo Horizonte (89 km), São Paulo (596 km), Rio de Janeiro (356 km) e Brasília (794 km).
       
Fonte: Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (IBGE, 1959) e Câmara Municipal de Congonhas

Voltar

Follow us on Twitter